10 apostas do cinema em 2012

8 fev

Chega fevereiro e o circuito brasileiro é tomado pelos filmes envolvidos com o Oscar e por aqueles que brigam por um lugar ao sol no meio da inundação (Precisamos falar sobre o Kevin está aí lutando por atenção, por exemplo). Mas o que o cinema nos reserva no decorrer de 2012?

Depois de vermos os filmes que provavelmente arrecadarão o equivalente ao PIB de um país de médio porte na nossa lista dos 10 grandes lançamentos de 2012, agora é a vez de darmos uma olhada nos filmes que não terão a mesma campanha de marketing megalomaníaca daqueles blockbusters.

Iremos nos ater aos filmes que já possuem data de estreia prevista para o Brasil ou que têm muita probabilidade de estrear ainda em 2012. Nessa época do ano, é comum que apenas filmes de distribuidores grandes e algumas sensações em festivais do ano anterior já tenham data de estreia prevista. O cenário deve ser ampliado a partir de final de fevereiro, quando o Oscar já passou e os filmes participantes de Sundance e outros festivais começam a ganhar espaço no horizonte das distribuidoras.

Para evitar redundâncias, os filmes citados na nossa lista de melhores filmes de 2011, e que ainda não estrearam em circuito, não serão citados de novo aqui. Mas todos merecem uma olhada.

Então, em ordem de previsão de estreia, 10 filmes que parecem ter potencial para fazer bonito em 2012.

1. Habemus Papam, de Nanni Moretti

O que é: Recém-eleito, o novo Papa (Michel Piccoli) tem um ataque de pânico e se recusa a assumir o posto. Enquanto o impasse não se resolve, um psiquiatra ateu (Nanni Moretti) é chamado para ajudar o Papa indeciso.

Potencial: Sim, soa bastante como um Máfia no divã. Mas a sinopse pode ser um ponto de partida interessante para um filme de comédia. E Nanni Moretti (de O Quarto do filho) é um diretor em quem se pode confiar para fugir das piadas já clichês envolvendo a Igreja Católica (ou seja, piadas com padres pedófilos) e transformar o filme em uma observação mais inteligente sobre essa instituição.

Previsão de estreia: 24 de fevereiro.

2. Billi Pig, de José Eduardo Belmonte

O que é: Selton Mello, Grazi Massafera e Milton Gonçalves em um filme sobre golpistas que precisam fazer um milagre para ganhar muito dinheiro.

Potencial: O trailer promete uma comédia nonsense, o que é sempre bem-vindo. Mas é mesmo o nome de José Eduardo Belmonte na direção que chama a atenção. O diretor ainda não tinha enveredado por esse gênero em sua curta carreira em longas. Mas, depois do incrível Se nada mais der certo, um dos melhores filmes de 2009, seu nome nos créditos de qualquer filme já é motivo para se animar.

Previsão de estreia: 02 de março.

3. Cogan’s Trade, de Andrew Dominik

Brad Pitt, como Jackie Cogan, na primeira imagem divulgada do longa

O que é: Baseado no livro homônimo de George V. Higgins. O que se sabe até agora sobre esse filme não é nada mais do que uma rápida sinopse: Brad Pitt interpreta o detetive Jackie Cogan que é contratado para investigar um assalto ocorrido durante um jogo de pôquer patrocinado pela máfia.

Potencial: Com seu filme anterior (O assassinato de Jesse James pelo covarde Robert Ford, de 2007), Dominik garantiu atenção para qualquer trabalho que viesse a dirigir em seguida. Mais do que isso: considero Jesse James um candidato forte a integrar um hipotético Top 10 dos anos 2000. O fracasso comercial do filme, mesmo contando com Brad Pitt no elenco e concorrendo a dois Oscars, no entanto, parece ter afastado o diretor do cinema.  Agora, com a ajuda financeira da produtora Plan B (Dono: Brad Pitt) e com Harvey Weinstein na distribuição, Dominik retoma a carreira promissora com um elenco que enche os olhos. Além de Pitt, participam James Gandolfini (o Tony Soprano da série The Sopranos), Richard Jenkins (de O Visitante e Queime depois de ler), Ray Liotta (Os bons companheiros) e Sam Shepard (Os eleitos).

Previsão de estreia: 03 de Agosto.

4. The Cabin in the woods, de Drew Goddard

Um desses quatro interpretou Thor em "Thor"

O que é: Cinco amigos vão passar o final de semana em uma cabana. Merdas acontecem.

Potencial: Escrito por Joss Whedon (o diretor de Os Vingadores) e pelo próprio Drew Goddard (um dos roteiristas de Lost e que assume seu primeiro trabalho de direção), o filme promete dar uma repaginada na clássica (e já esgotada) história de jovens que vão para uma cabana na selva e são atacados por um assassino/aliens/vampiros/lobisomens/zumbis/forças do além em geral. O trailer (que, não aconselho, mas você pode ver aqui) dá algumas pistas (talvez até demais) do que Whedon e Goddard estão aprontando. Esses dois parecem entender gênero e, por isso, parecem prontos para levá-lo para um passeio e trazê-lo de volta com uma ou outra roupinha nova.

Previsão de estreia: 17 de agosto.

5. Ted, de Seth Macfarlane

Mila Kunis e Mark Wahlberg em "Ted"

O que é: Mark Wahlberg interpreta um homem que, quando criança, fez um desejo para que seu ursinho de pelúcia se tornasse real e teve seu pedido atendido. Vinte e cinco anos depois, o sujeito precisa lidar com um ursinho escroto que o está impedindo de amadurecer.

Potencial: Dos dez filmes dessa lista, esse talvez seja o que tenha mais probabilidade de ser uma porcaria. É o primeiro longa de MacFarlane após anos trabalhando com animações para TV. E, enquanto seus seriados são extremamente divertidos (Uma Família da pesada, quase sempre. American Dad e The Cleveland Show, eventualmente), a travessia para o live-action não é nada fácil. Vide os trabalhos medianos que Mike Judge (o criador de Beavis and ButtHead e King of the Hill) e a dupla Matt Stone e Trey Parker (South Park) produziram quando se aventuraram na telona. Seguindo a tradição que o diretor mantém em seus seriados, em Ted ele dublará o personagem que dá nome ao filme. Um personagem que não parece muito distante do alien Roger de American Dad. De qualquer forma, se o humor ácido e muitas vezes surreal de MacFarlane for preservado, o filme tem boas chances de ser uma comédia bem sucedida.

Previsão de estreia: 24 de Agosto.

6. Argo, de Ben Affleck

Ben Affleck como Tony Mendez em "Argo"

O que é: Baseado em uma história real, o filme conta a história de uma missão da CIA que, durante a Revolução Iraniana em 1979, tentou libertar seis diplomatas americanos refugiados na casa do embaixador canadense durante o que ficou conhecido como a Crise dos Reféns no Irã.

Potencial: Após uma carreira de muitos altos e baixos (mais ‘baixos’ do que ‘altos’, na verdade, principalmente quando ele comprou a ideia de que era uma “EstreladeCinema!”), Ben Affleck parece ter encontrado seu caminho quando passou a dirigir filmes. Seus dois primeiros trabalhos (Medo da verdade, de 2007 e Atração perigosa, de 2010) já serviram para mostrar que ele é muito melhor como diretor do que como ator. Mas como é difícil deixar de ocupar a cadeira de “EstreladeCinema!”, Affleck volta a acumular funções e, além de dirigir Argo, também bate ponto como o protagonista Tony Mendez. Ao seu lado, o sempre interessante Bryan Cranston (da série Breaking Bad) e, ao seu dispor, um roteiro de Chris Terrio que foi eleito, em 2010, um dos melhores roteiros ainda não produzidos em uma votação anual comandada por produtores, roteiristas e executivos de Hollywood (a famosa The Black List).

Previsão de estreia: 14 de setembro.

7. Looper, de Rian Johnson

O diretor Rian Johnson e sua máquina do tempo

O que é: O thriller de ficção científica se passa em um futuro próximo onde a máfia arranjou uma forma quase infalível para eliminar seus desafetos: eles mandam os alvos para o passado, onde são eliminados por assassinos contratados (os loopers do título). Mas algo dá errado, claro.

Potencial: É tentador dizer que Looper é um novo A Origem (além de ser um thriller de ficção científica high-concept, também traz Joseph Gordon-Levitt no elenco), mas é melhor para o filme não fazer isso. De qualquer forma, qualquer filme sobre viagens no tempo já merece minha atenção. Além disso, a direção é de Rian Johnson, um diretor que, com apenas dois longas no currículo (os ótimos A Ponta de um crime, de 2005 e Vigaristas, de 2008) já provou ser um diretor bastante interessante, mesmo que seus filmes tenham passado um pouco despercebidos. Também no elenco estão Bruce Willis (que dá algum empurrão comercial para o filme), Emily Blunt e Paul Dano. E, se tudo isso já não fosse o bastante, foi anunciado, através do Tumblr do filme, a participação de Shane Caruth. Apesar de ainda não ser muito claro o que, de fato, Caruth estará fazendo na produção, o envolvimento do diretor de Primer (de 2004) é algo que indica que Johnson levará a sério os aspectos mais “científicos” da viagem no tempo. Se você gosta do tema, Primer é um filme essencial ao gênero. Você deve isso ao seu ‘eu do futuro’.

Previsão de estreia: 21 de setembro.

8. Faroeste Caboclo, de René Sampaio

"Cortar madeira, aprendiz de carpinteiro / Ganhava cem mil por mês em Taguatiiiiiiiingaaa"

O que é: Adaptação para o cinema da famosa música da banda Legião Urbana.

Potencial: Não sei se isso acontece hoje em dia, mas durante boa parte dos anos 90, e início dos anos 2000, uma grande parte dos adolescentes brasileiros teve a sua “fase Legião Urbana”. E, enquanto Faroeste Caboclo talvez não seja a música preferida da maioria dos fãs, é quase certo que a grande maioria deles pensou algum dia: “essa música daria um filmaço”. O diretor estreante René Sampaio assumiu a responsabilidade e, em 2012, teremos a adaptação para o cinema da letra escrita por Renato Russo e lançada comercialmente em 86.

Previsão de estreia: 2012, mas com data ainda indefinida.

9. Take this waltz, de Sarah Polley

O que é: Após cinco anos de casamento, uma mulher (Michelle Williams) se sente atraída por um vizinho e precisa decidir entre o conforto da vida de casada e a excitação de uma aventura extraconjugal.

Potencial: A sinopse poderia muito bem pertencer a uma das centenas de comédias românticas que os EUA defecam anualmente. E tenho bastante certeza de que um outro trailer bem diferente será escolhido para ser exibido nos cinemas brasileiros tentando atrair desavisados (“A última dança” ou “Dança comigo”, como o título em português escolhido?). Mas esse trailer bem fofo (que promete um olhar feminino honesto em vez do machismo galopante disfarçado de girlpower de muitos chick flicks) e o nome de Sarah Polley como diretora e roteirista, são o suficiente para garantir espaço para esse pequeno filme na lista. O último filme de Polley, Longe dela (2006) é um belo estudo (ainda que com alguns problemas) sobre o que o amor realmente significa. Vamos ver se Take this waltz consolida o potencial de Polley como diretora.

Previsão de estreia: 29 de junho nos EUA. Dependendo do sucesso do filme, é possível uma estreia nos cinemas brasileiros no segundo semestre de 2012.

10. He loves me, de Jonathan Dayton e Valerie Faris

Os diretores Jonathan Dayton e Valerie Faris no set de "Pequena Miss Sunshine"

O que é: Após o grande sucesso de seu primeiro livro, um jovem escritor (Paul Dano) encontra dificuldades para escrever seu próximo trabalho. É quando, magicamente, uma de suas personagens ganha vida.

Potencial: Após o grande sucesso de público e crítica de Pequena Miss Sunshine, de 2006, o casal Jonathan Dayton e Valerie Faris voltou para sua carreira já consolidada na publicidade e na direção de videoclipes. Seis anos depois, eles voltam à direção de longas com a moral de quem não só teve seu primeiro filme indicado ao Oscar de melhor filme em 2007, como também de quem fez um filme realmente muito bom.

 Previsão de estreia: Últimos meses de 2012.

-xx-

Veja também:

Os indicados ao Oscar 2012

Os Melhores filmes de 2011

Pílulas: Morte no banheiro e os Trailers da semana

Anúncios

3 Respostas to “10 apostas do cinema em 2012”

  1. Fabio Esteves quinta-feira, fevereiro 9, 2012 às 17:24 #

    Excelente post, parabéns!

  2. Felixxx sexta-feira, fevereiro 10, 2012 às 15:04 #

    Reblogged this on THE FELIXXX.

  3. Felixxx sexta-feira, fevereiro 10, 2012 às 15:05 #

    Muito bom! 🙂

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s